A Criação do Mundo

A Criação do Mundo

Sentado em seu escritório, com o croqui do mundo em mãos, o Criador decidiu começar pela África do Sul e pensou: “Colocarei praias e também montanhas. Distribuirei negros e brancos em quantidades parecidas. Colocarei todos os tipos de animais: pingüins, baleias, elefantes, meerkats, kudus, jamesbok, girafas, macacos e pássaros variados. O clima será quente durante o dia, mas para uma boa noite de sono, a temperatura cairá um pouquinho à noite. Colocarei grandes cidades e pequenos vilarejos. Mar ao lado de montanhas, perto de cachoeiras e lagos. Darei muito verde e alguma aridez. Colocarei as flores mais lindas de cores e tamanhos diversos. Florestas densas e desertos. Talvez este país sofrerá um pouco com a segregação, mas a partir disso aprenderá e dará valor à democracia e à pacífica convivência dos povos. A partir deste momento o país só tenderá a crescer.”

Após feito isso, olhou o mapa e se deu conta que não daria para dividir igual para todos os países do globo… faltariam praias no Butão, frio no Camboja, calor na Antártida, cachoeiras em Myanmar, elefantes na Espanha, meerkats na Venezuela, mar em Botswana e florestas na Jordânia.

Assim fez o que pode, distribuiu o que dava e a linda África do Sul impressiona por tamanha diversidade.

Em Cape Town demos “aquela” parada necessária. Uma semana para começar a descobrir a África do Sul. Cape Town é um show de cidade. Bonita, cheia de coisas para ver e fazer. Uma praia linda onde se pode caminhar no “calçadão” e pegar um barco para ver baleias. Gente caminhando nas ruas, casas e prédios lindos. À beira do porto lojas, shoppings e restaurantes. A Table Mountain, uma montanha linda, junto com outras 11 montanhas são lindas demais. Entre caminhadas, museus, parques, cinema, jantares descansamos para reunir forças e começar de novo. Nesta viagem é assim, as novidades nunca param de aparecer e nós de nos movimentarmos.

Antes de sairmos da cidade fomos ao Parque Nacional onde fica o Cabo da Boa Esperança. O caminho de carro dentro do parque até chegar no cabo é algo jamais visto. Posso quase jurar que um paisagista esteve aqui e montou este jardim. Verdes de todas as cores, flores amarelas, brancas, rosas, azuis, vermelhas. Não dá pra explicar! O Cabo da Boa Esperança completa a beleza do lugar.

Esperamos chegar sábado para poder ir ao Neighbourgood Bazar. Um pouco cansados de  bazares cheios de gente, sujos, vendendo de comida a roupas, pagamos pra ver já que disseram que esse era apenas comida (e comida orgânica) e podíamos tomar café por lá, passear um pouco e ir embora antes de lotar. Para a nossa agradável surpresa o mercado é mais uma coisa maravilhosa que encontramos em Cape Town. Ao entrar no local há algumas lojas que vendem roupas e coisas de casa. Do lado direito um galpão branco. Na entrada dois estandes de flor e dentro estandes vendendo musli, yogurte, fruta seca, açaí, chocolate, torta…. No centro uma grande mesa comunitária. Ao passar por este galpão chegamos no galpão de trás. Outra mesa comunitária é rodeada por estandes de café, sanduíches lindos em pães de dar água na boca, pizzas, panquecas e paella. Nosso café da manhã dura duas horas, na dúvida de tudo o que poderíamos comer vamos dividindo tudo até o estômago dizer chega. Uma pena… queríamos mais! É irresistível, atrasamos para ir embora, queríamos ver mais… mas temos que ir. Neste momento o bazar já está lotado e é difícil achar um lugar nas mesas comunitárias se isso serve de consolo. É hora de ir embora.

    1. Tio Roger!!!!!!!
      Gordinha é muito duro… vamos falar “cheinha”…. hahaha….
      Ainda bem que ela foi embora, espero que não volte!

  1. Lindinhos do meu coração. Estive fora no mês de outubro e já estava louca para voltar. Falta-me a juventude. Achei o poema lindo e com cara de saudades, Fiquei maravilhada com as fotos da Africa do Sul. Você eatá linda. Beijos e muito carinho

    1. oi lúcia!
      estávamos com saudades, sentindo sua falta por aqui, mas sabíamos que vc tb estava nas suas aventuras pelo mundo….
      quase nos falta a juventude tb…. rs…
      é… a cara do poema é de saudade…. saudade de um tipo de paz que nunca mais terei depois de ver um mundo com coisas tristes… saudades de ser mais ignorante, alienada… de poder ser feliz sem saber que logo aqui do lado a vida não é tão bonita assim…. enfim….
      a áfrica do sul é um verdadeiro sonho! obrigada pelo elogio! 🙂
      muitos beijos!

  2. Lendo o caleidoscopio, tenho a dizer que o teu cenário será sempre o mesmo com uma Roberta mais madura e cheia de conhencimentos, sabendo ainda mais lidar com o ser humano. Você para mim é muito especial e no seu cenário te espera uma familia (não preciso dizer) muitissima maravilhosa. Beijocas da Lucia

    1. lúcia,
      linda! sempre com palavras doces!
      obrigada! graças a d’us tenho essa família maravilhosa me esperando, que é o que realmente importa nessa vida! além de queridos amigos como você!
      você pra mim tb é muito especial!
      beijo enorme

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

57 − = 52