Um tigre, dois tigres… sem tigres

Um tigre, dois tigres… sem tigres

Como uma prévia dos safaris que faremos na África, resolvemos parar em Ranthambhore onde há um parque nacional, para conferir o safári. Afinal de contas, como seria um safári na Índia?

O texto curto é simplesmente informativo para dizer que definitivamente não vale a pena. O sistema é extremamente amador. Acordamos bem cedo, havia duas opções de fazer o Safári: de ônibus (um ônibus aberto, que cabe 20 pessoas) e jipe. Estávamos esperando uma desistência para poder ir no jipe, mas não aconteceu, o que sinceramente foi ótimo tanto pelo resultado do safári (assim não gastamos dinheiro à toa pois é mais caro), como pela diferença que eu acredito que realmente não há: os dois são abertos, o jipe não chega mais perto que ônibus, mas é mais rápido. Porém em um parque nacional onde não se vê nada, a velocidade não faz diferença.

Fomos ao parque sedentos por ver os famosos tigres. Mas animados de qualquer jeito pois ao menos veríamos hienas, veados, macacos, ursos, leopardos…

O safári durou 4 horas. Vimos veados, o ônibus não parou para vermos melhor os poucos macacos que estavam lá e, quem sabe tirarmos fotos e acabou.

O “guia”, se é que podemos chamá-lo assim, não falou nada, nem um: “Pessoal, é assim mesmo, às vezes não temos sorte. Thank You.”. Ele simplesmente desceu do ônibus no final e acenou um tchau tímido de canto de rosto.

Acreditamos que pode realmente ter sido falta de sorte não termos visto os amimais e, neste caso onde se trabalha com sorte, melhor se garantir e ver com certeza as tantas coisas que Índia tem para oferecer. Na África, com certeza pelo o que escutamos, recuperaremos o safári perdido.

  1. Oi Ro, que pena o safari. Acho que os tigres agora só em estórias. Gostei da história do Nabado de Junagadh, que nunca ouvi falar e que acha que o cão é o melhor amigo do homem. As fotos do mausoléo Taj Mahal com vocês ficou linda. O  mausoléo é uma prova das diferenças sociais que existem até hoje na India. Quando um imperador constroi um palacio tão rico para uma esposa favorita, você pode imaginar o que sobra para o povo. Felizmente ele foi deposto antes que fizesse mais loucuras. Bjs Lucia

  2. Ro, duas coisas:
    – os indianos, como vc já deve saber a esta altura, são grandes engrupidores, então a possibilidade de que não tenha sido falta de sorte e sim propaganda enganosa é grande…
    – Tigres são muito difíceis de ser vistos, de verdade. Portanto, ainda que tenha sido uma falácia o tour, acho que vale a investida. Dessa vez nao deu, na próxima quem sabe, né?
    Seguramente na África vão à forra!! Não desanimem 😀
    bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

74 − = 72